26/01/2015

Inocente Demetria - 12º Capítulo


Golden Tower Hotel, Florença, IT

— Como assim você não sabe o que vai vestir? — Perguntou Selena horrorizada.
— Eu simplesmente não sei. Você é que entende de moda, não eu! — Exclamou gesticulando em frente à webcam.
— Eu já disse que a melhor coisa que você fez nos últimos tempos foi comprar um Macbook? — Perguntou mudando completamente de assunto.

Eram exatamente oito horas da manhã e Demetria estava sentada com o notebook à sua frente enquanto falava com Selena pelo Skype. A conversa era sobre o que Demetria vestiria no baile daquela noite. Ela estava nervosa com a cerimónia. No dia anterior, quando ela e Joseph tinham ido até à empresa selar a colaboração, tudo tinha sido fácil pois apenas conhecera os principais sócios e donos da RG. Mas daquela vez seria diferente. Iriam estar não apenas os sócios gerentes da RG como também de outras empresas famosas da Europa que poderiam vir a fazer uma colaboração com a Magestic Incorporated.
— Selena, não está ajudando. — Disse revirando os olhos. — Eu estou muito nervosa com o evento desta noite. — Disse comendo mais um de seus M&M's. — Eu sou a presidente junto com Joseph, mas não entendo nada de eventos sociais. Só de contratos.
— Não precisa ficar nervosa, Joseph está aí para te ajudar. Esse é o terreno dele. — Afirmou a voz masculina. — Vai se sentir como um peixinho na água.
— Austin? O que está fazendo no apartamento de Selena? E sem… Camisa? — Perguntou Demetria surpresa, prendendo o riso ao ver Selena corar envergonhada.
— Oh, ele deve ter feito uma visita enquanto estamos fora. Sabe como é, patrões fora, festa na zona. — Disse Joseph irónico enquanto roubava o pacote de m&m's da mão de Demetria, assustando-a.
— Você quer me matar de susto? De onde você veio? — Perguntou ficando pálida.
— Da porta. — Respondeu divertido.
— Vocês tiveram sexo! — Exclamou Austin, fazendo com que Joseph e Demetria o olhassem surpresos.
— O que te faz pensar isso? — Perguntou Selena encarando-o.
— Joseph está claramente divertido. Ele nunca está divertido a não ser que tenha tido sexo. Isso é como uma regra geral dos homens. — Explicou sorrindo malicioso.
— É por isso que está divertido desse jeito? Teve sexo? — Retrucou Demetria fazendo Joseph se engasgar com um amendoím e gargalhar em seguida. Selena curvou-se sobre a mesa, escondendo o rosto e mesmo assim foi possivel ouvir a risada dela.
— Tive sim. E do bom. — Disse malicioso, soltando um gritinho em seguida. — Sério? Sério Selena? Arrancar pelo da coxa não!
— Cala a boca idiota. — Disse rindo.
— O que você quer Joseph? — Perguntou Demetria olhando-o. — E devolve meus chocolates!
— Espera, vocês ainda não colocaram fogo no hotel e estão dividindo M&M's às oito da manhã? — Perguntou Austin incrédulo.
— A gente se acertou. — Respondeu Joseph enquanto brincava com os dedos da mão de Demetria, fora do alcance da webcam.
— Como assim se acertaram? — Perguntou Selena sorrindo maliciosa. Demetria não teve tempo de responder, Selena já estava puxando Austin e o beijando. — Agora eu concordo, eles tiveram sexo!
— Não teve sexo nenhum. — Respondeu Demetria tímida. — Nós resolvemos esquecer as diferenças e resolvemos nos conhecer sem explodir com o cenário à nossa volta.
— Oh, entendi. Ainda estão na fase experimental do relacionamento. — Disse Austin pegando no cachorro de Selena. Joseph olhou Demetria e sorriu malicioso.
— Acho que é uma boa ideia despedi-lo. — Afirmou satisfeito ao ver o pânico no rosto do outro.
— Concordo totalmente. — Afirmou Demetria rindo.
— Qual é, eu pensava que tinha os melhores patrões do mundo.
— Relaxa, a gente não te vai despedir. — Disse Demetria. — Agora, podemos voltar ao assunto inicial? — Perguntou para Selena.
— Certo, Demetria você já devia ter o vestido para esta noite! Onde estava com a cabeça? — Perguntou indignada.
— Eu tenho vestido. Vários até. Só não sei qual deles usar. — Disse olhando brevemente para a cama, onde todos os vestidos estavam espalhados.
— Algo clássico, elegante, discreto e caro. Italianos gostam disso. — Respondeu Austin.
— Tirou as palavras da minha boca. — Respondeu Selena. — Não se esqueça de que é um baile e não uma boate. Deve usar algo longo, que não mostre as pernas. E se mostrar, que não seja de mais.
— Err, isso não vai ser um problema. — Comentou fazendo Joseph olhá-la.
Demetria tinha-o perdoado na noite passada e ele tinha sentido um alívio no peito e na mente. A consciência estava pesada e ele sabia disso, mas depois que ela o perdoou, tudo ficou mais fácil. Ele agora conhecia um pouco mais dela e podia ajudá-la a superar os seus medos. Pelo menos na sociedade em que ambos conviviam. Ele sabia que ela ainda não se sentia bem mostrando demasiado o corpo, ainda não se sentia livre do passado, mas também sabia que Demetria iria se sair deslumbrante naquele baile, e ele ia fazer de tudo para que aquilo acontecesse.
— Eu cuido do vestido. — Disse interrompendo a conversa e recebendo olhares surpresos de todos.
— O quê? — Perguntou Demetria sem acreditar.
— Eu cuido do vestido. Eu vim aqui mesmo para falar do baile. Houve mudança de planos. — Disse querendo logo desviar a atenção para outra coisa que não fosse o vestuário de Demetria. Ela era demasiado modesta para poder aceitar alguma coisa e ele precisaria manter a mente dela ocupada.
— Como assim houve mudança de planos? — Perguntou Austin. — Deu algo errado? Nós acertámos tudo antes de vocês viajarem. Foi a reunião com os sócio gerentes da RG?
— Não, deu tudo certo na reunião. Tem uma pessoa aqui que foi brilhante e eles adoraram-na. — Falou olhando para Demetria que sorriu orgulhosa. — Eu recebi um comunicado ainda à pouco dizendo que o baile não vai ser aqui em Florença.
— Como assim? O que aconteceu? — Perguntou Demetria confusa.
— Parece que o filho do presidente da empresa, um dos sócios que a gente ainda não conheceu porque estava numa festa num iate, quis mudar todo o plano. — Disse irónico. — O baile vai ser em Trieste.
— Está brincando certo? Isso fica do outro lado do mar Mediterrânio e do mar Adriático para Este. — Falou Demetria surpresa.
— Você é mesmo nerd. — Comentou Selena fazendo todos rirem.
— Iremos de jato até lá e ficaremos o resto do fim-de-semana, depois voltaremos para Florença e você pode aproveitar por aqui enquanto eu trato de tudo com a empresa. É minha área agora e você pode aproveitar para conhecer a cidade. Não precisa ficar fechada dentro do hotel.
— Quer dizer que o riquinho filho de papai resolveu mudar tudo à última da hora? — Perguntou Selena.
— Faz parte. — Disse Austin. — Essa gente tem dinheiro e poder e isso faz deles imprevisiveis.
— Austin, tenho que falar com você, mas é pessoal, depois te ligo. — Disse se afastando do Macbook. — Tenho que ir agora. — Falou se encaminhando até à saída. Demetria levantou-se e segurou seu braço. Selena e Austin já não podiam ouvi-los.
— Espera, a que horas tenho que estar pronta? — Perguntou Demetria.
— O mais rápido possível. O jato já está pronto à nossa espera. Quanto mais cedo a gente lá chegar, melhor.
— Tudo bem. — Concordou dando as costas para desligar o macbook. Desta vez foi Joseph que a impediu de continuar e puxou-a para ele. — O que foi? — Perguntou confusa.
Joseph não disse nada, só aproximou o rosto e beijou sua testa demoradamente enquanto acariciava seu rosto com o polegar. Sabia como as coisas iam mudar, mas ela não.
Sem dizer mais uma palavra, abandonou o quarto deixando Demetria confusa e assim que fechou a porta atrás dele, respirou fundo caminhando firmemente até à suite. Ele sabia que podia ser cruel com Demetria, mas ele precisava ser honesto e acabar com aquele sonho que ela estava criando. Ele estava dividido entre o certo e o errado, sabia que estava, mas o errado nunca lhe pareceu tão certo como naquele momento. Ele precisava fazer aquilo, já era pra ter feito.
Quando Demetria chegou ao aeródromo, foi recebida gentilmente pela hospedeira loira que a tinha olhado com nojo no primeiro encontro que tiveram. Não se importou minimamente com o tipo de olhares que receberia desta vez, estava mais preocupada em saber o porquê de Joseph não a ter esperado no hotel. Encontrou-o sentado no assento confortável. A expressão séria no rosto e o dedo indicador em seus lábios, enquanto o restate da mão apoiava o queixo e os olhos fixos em algo na rua. Parecia o Joseph que ela conhecera de inicío. O velho Joseph.
Sentou-se à sua frente e encarou-o, esperando que ele notasse sua presença ali. Nada mudou. Ele continuou olhando através da janela e ignorando-a sem dizer qualquer palavra.
— Algo errado? — Perguntou fazendo com que ele finalmente a olhasse.
— Porque estaria? — Retrucou com um tom de voz calmo.
— Você está estranho, ainda há pouco estava sorrindo e agora parece o Joseph que me insultava sem remorso. — Admitiu.
— É isso que pensa? — Perguntou sorrindo fraco. — Que eu dizia aquelas coisas e não sentia remorso? Que não tenho coração?
— Sinceramente? Você dizia aquelas coisas tão seguro de si que realmente parecia não ter coração. — Admitiu, tentando não parecer rude.
— Se eu não tivesse coração não teria te beijado naquele banheiro. — Deixou escapar com um suspiro, não percebendo que Demetria tinha entendido errado.
— Então é isso? Me beijou porque teve pena de me ver daquele jeito? — Perguntou incrédula.
— Não, eu te beijei porque o meu desejo falou mais alto. — Confessou ainda olhando-a.
Demetria não respondeu à confissão de Joseph. Ele era direto e não poupava nas palavras, fazendo-a corar envergonhada na maior parte das vezes. Ela não estava habituada a tanta frontalidade e quase que não se reconhecia nessas últimas horas. Não se lembrava da última vez que tinha sido beijada antes de Joseph aparecer e também não se lembrava de se sentir tão protegida nos braços de alguém do sexo masculino como no jantar da noite passada, quando ele lhe pedira perdão e fizera carinho nela.
— Você gostou? — Perguntou despertando sua atenção.
— Do quê? — Perguntou confusa.
— Do beijo, você gostou? Quis mais?
Demetria desviou o olhar do dele e remexeu-se inquieta no assento. Ele conseguia ser mais frontal que aquilo?
— Vai me responder? — Insistiu Joseph. Ele queria saber. Até ali tinha conhecido mais de Demetria, mas não dos sentimentos dela em relação a ele. Não o que lhe interessava realmente.
— Sim. — Disse. — Eu gostei do beijo. — Admitiu fazendo Joseph sorrir.
— Você estava tão trémula, com tanto medo. — Disse voltando a olhar a rua. Não era melhor do que olhar Demetria, mas não queria intimidá-la.
— Eu...
— Quantas vezes foi beijada? — Perguntou interrompendo-a, ainda sem olhá-la. Demetria demorou um pouco a responder, mas disse o que ele já esperava.
— Não quero falar sobre isso, você não...
— Você ainda me vai contar como ele fez isso com você. — Comentou interrompendo-a novamente.
Demetria ficou branca como papel e sem fala. Ele não podia saber, não, como ele tinha descoberto? Ela contou que tinha sofrido de buylling só para que ele não desconfiasse de mais nada e mesmo assim ele estava ali, afirmando que tinha um homem no meio daquele história.
— Não tem ele. — Mentiu com uma firmeza que não sentia. Joseph observou-a pelo canto do olho e sorriu.
— Você não é uma boa mentirosa. Sei que passou por tudo aquilo que me contou ontem, mas sei que não foi apenas aquilo que fez você chorar agarrada a mim completamente nua. Sei que tem muito mais do que isso e sei que foi provocado por um homem covarde o suficiente para te fazer sentir desse jeito. Você ainda me vai contar. No tempo certo.
O assunto encerrou-se por ali e Demetria observou Joseph que continuava sério, sem olhá-la. Não tinha como ele desconfiar de um homem no passado dela. Ele não a conhecia na totalidade e ela nunca tinha dito ou feito nada que revelasse seu passado. Não tinha como ele saber. Nem por investigação. Então como ele?
— Descanse Demetria. — Avisou Joseph interrompendo seus pensamentos. — A noite vai ser longa e eu quero que você aproveite. Afinal, não é todo o dia que se tem um baile num castelo de Itália.
Demetria arregalou os olhos e sorriu, esquecendo qualquer dúvida que tinha até ali. Ela ia num baile num castelo. Como uma princesa. E seu par era Joseph.

1 comentário:

  1. Omg ameeeeeeei ♥ Vc escreve taaao bem :))
    Continua lg essa perfeição <3

    ResponderEliminar